Unasul, futuro visionário e estratégias de mercado

A Unasul (União das nações Sul-americanas) foi criada com o objetivo de atender à todas as esferas da vida estrutural dos países-membro. Isso significa que é uma união com foco na estruturação, fortalecimento da voz política desses países e advento econômico destes. A inspiração, a gênese da Unasul, é o bolivarianismo do século XIX, liderada pelo Simón Bolívar, mas não concluída pela doutrina Monroe, dos Estados Unidos, que via mais interesse econômico em uma América Latina segregacionada é fraca. Contudo, os tempos mudaram, nossos objetivos são outros, a geopolítica e as relações entre países já não são mais as mesmas, e o Brasil, liderando a economia da região, viu nas inconclusões do passado o erro do presente, e consertando-os com visão, o futuro promissor.

Seguindo os moldes e o exemplo bem sucedido da União Europeia, os líderes da Unasul assimilaram que a previsão de um futuro promissor está na junção de experiências para a formação de uma região unida. União essa que estimule as bases econômicas liberais, sem abdicar, é claro, dos direitos trabalhistas e a concessão à população a garantia, melhora e desenvolvimento das condições de vida. Agora é possível repararmos o problema capaz de ser a pedra no sapato do sonho sul-americano, a intervenção estatal na economia e na vida do povo, ações características de governos de esquerda, predominantemente presente na região.

Brasil, com o PT, Argentina com o casal Kirchner, Uruguai com Mujica e atualmente Tabaré Vásquez, Peru, Chile com Michelle Bachelet, e em grau mais extremo, Venezuela de Maduro, Bolívia de Evo, e Equador de Rafael Correa, são países que, em menor ou maior escala, interferem na sua economia, a ponto de prejudicá-la, ao invés de melhorá-la. E esta pedra no sapato é o grande problema da Unasul, pois, contrário à União Europeia, este bloco não bebe na fonte do liberalismo. E isso faz com que não tenhamos uma união, pois esses governos prezam o proteccionismo, inferindo no prejuízo da livre circulação de bens entre seus membros. Quando tivermos uma diplomacia, ou melhor, uma vontade de política vinda dos países membros, teremos uma verdadeira revolução na economia e vida das pessoas que aqui habitam. E ao invés de sonharmos em ser algo próximo da UE, seremos uma união melhor, e incomparável.

Anúncios

Um comentário em “Unasul, futuro visionário e estratégias de mercado

Adicione o seu

Opina, comente! Seja livre para dar sua opinião nesta postagem de A Alma Política

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: