Educação e conhecimento

    Ah, os brasileiros… Conhecidos mundialmente por serem festeiros, felizes, apreciadores de um bom futebol… e por serem ignorantes, por terem um governo corrupto e pouco se importar (isto, na visão dos mais informados, claro). A nossa própria história é um tanto quanto diferenciada, a exemplo da nossa Independência, foi proclamada simplesmente por um português herdeiro do trono português. E não acaba por aí… (Muitos historiadores também consideram o melhor governo que o Brasil já teve, o de D. Pedro II, este se salva, pois foi um estadista brasileiro excepcional, muito culto etc…) De, praticamente, comprarmos nossa independência… E por aí vai, caro leitor. E não, quem vos escreve não é um mimado que desvaloriza seu próprio país e insiste em achar defeitos nele e endeusa países desenvolvidos… Quem vos escreve é alguém que preza pelo progresso do Brasil, em todos os sentidos… Mas do jeito que está agora, não dá… E refiro-me, neste contexto, à educação brasileira, já que é ela que molda o futuro de um país, não a um partido político, isoladamente. E um dos motivos por sermos motivo de piada mundo afora e inclusive dentro do próprio Brasil, é o sistema educacional que está sucateado, um verdadeiro lixo e que prova, dia a dia, semana a semana, mês a mês, ano a ano que não funciona e que está nos afundando.

    Só pelo fato de eu ser um estudante do 2do ano do Ensino Médio, onde cada segundo faz falta, já que temos de “estudar” para simplesmente passarmos numa avaliação e eu estar escrevendo este texto, já está me prejudicando. Eu deveria estar “estudando” agora qualquer porcaria, estar decorando fórmulas, “entendendo” a Nova Ordem Mundial, dentre outros… Mas não, estou aqui vos escrevendo. Por quê ? Porque sinto que esta é a minha verdadeira lição de casa, eu sinto que eu consigo mostrar minha indignação e ajudar, nem que de minimamente, aqueles que tiram um tempinho para lerem os textos do Alma Política. Meu amigo e co-fundador, Gustavo Milhomem, também faz um excelente trabalho e pensa de maneira muito similar, se não igual a minha, no ponto de vista do “dever de casa”.

   O ponto do texto é de mostrar o quanto nosso sistema educacional está sucateado, e convencê-lo, caro leitor, de que ele não funciona. Primeiramente, o aluno não está preocupado com a sua formação, em ser um cidadão melhor, em ajudar seu país, mas sim em estudar para uma prova e passar na mesma, ingressando, assim, numa universidade. Então veja bem, o aluno resume toda sua vida escolar para uma prova. Ele pouco pode ir além, pesquisar, fazer aquilo que gosta e contribuir para com a sociedade. No Brasil, temos alunos, não estudantes. É mais do que comum vermos alunos, independentemente se é da escola privada mais cara da região ou da pública, não saberem nada sobre a política, quererem tratar a história, filosofia e sociologia de modo abstrato, apenas estudando-as para executarem uma prova. O aluno aprende a sentir repúdio pelas disciplinas, por “estudar”, não a amar. Recebem uma gama gigantesca de informações, quase vinte disciplinas, de modo geral, não podendo e não tendo tempo de aplicar seus supostos conhecimentos em sus vidas e de dar um rumo a este país, que tanto precisa e precisou. E é este o motivo de que a grande maioria da sociedade brasileira não busca, de fato, o conhecimento, se contenta com pouco, é corrupta (jeitinho brasileiro). “É natural do ser humano o desejo de conhecer”, Aristóteles uma vez disse. Então, teria o Brasil falhado em desenvolver a humanidade em seus filhos ? Nossa educação é péssima, o que leva a um sistema educacional também péssimo, já que o governo de uma sociedade é o espelho da mesma. Está dessa forma, estamos nas piores colocações de países onde a educação é boa, onde há inovações tecnológicas por conta disto. 

   É uma questão que daria um texto muito, mas muito grande… Tem antecedentes culturais, históricos, dentre outros que não posso citá-los, por não dominá-los e por reconhecer a grandiosidade do texto, caso o fizesse. Mas este é o ponto principal. Merecemos mais. Merecemos cidadãos melhores, uma nação melhor, um futuro melhor para nossos filhos. Aos governantes não interessam melhorar neste sentido, já que ficará mais difícil de governas, de iludir e manipular a sociedade. Este desejo tem de vir de nós mesmos e mudarmos, primeiramente, nossas percepções e valores culturais para depois, cobrar de nossos governantes uma reforma no sistema educacional. Claro, é um processo longo. Mas para chegarmos a lugares que poucos chegam, temos de fazer coisas que poucos fazem. Não é uma tarefa fácil, porém, mais do que necessária.

Anúncios

2 comentários em “Educação e conhecimento

Adicione o seu

  1. A sua “lição de casa” é a mais valiosa de todas. Enxergar o mundo com olhos críticos deveria ser a nossa tarefa diária. Sou muito feliz por ter alunos, como você, que faz não só a tarefa da escola, mas também a tarefa da vida. Parabéns Vinicius, parabéns Gustavo, vocês são meninos de ouro.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Vinícius parabéns pelo excelente texto. Concordo que temos que fazer as coisas além do necessário, e neste caso, pensando em sociedade, você e o Gustavo estão dando show!! Vocês tem uma visão crítica de tudo o que envolve a vida em sociedade e isso é muito bom para que assim possam ocorrer mudanças de fato.

    Curtir

Opina, comente! Seja livre para dar sua opinião nesta postagem de A Alma Política

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: