Abstenção inalcançável

Abster-se da política é uma das mais enganosas ideias existente. Primeiro, porque um ser apolítico não existe. Segundo, porque se houvesse como ser apolítico, este ser sobreviveria apenas no campo teórico, pois é um conceito impraticável. O que é política? Tendo em vista sua origem em Atenas, o conceito filosófico define política como a arte de se viver na pólis (cidade). Portanto, todos nós somos seres políticos, com capacidades racionais de entender sua definição filosófica, sociológica, atual e moral.

Definir-se como um ser apolítico é abster-se da política, algo inalcançável e que justifica a política vigente. “O indivíduo despolitizado compreende mal o mundo em que vive e é facilmente manobrado por aqueles que detêm o poder” Aranha e Martins; Temas da Filosofia, página 262. O indivíduo em questão não lê, não acompanha o jornal periodicamente, não assiste telejornais, não compra revistas, não lê bons livros, não entende, quem dera compreende a política. Como uma pessoa como essa sente-se no direito de julgar o que não conhece? Como uma pessoa como essa sente-se no direito de abster-se da culpa da política vigente?

A audácia de um sonho morre antes mesmo de nascer. A audácia da liberdade é limitada ao fracasso alheio. A audácia do pensamento racional não sobrevive em terreno improdutivo.

Pensamentos semelhantes à “que mude, mas vamos mudar pra ficar como tá” são os mais refutáveis que já ousaram passar pelos meus ouvidos. Essa geração não está estimulada a pensar, não somos instigados a perguntar, questionar. Somos estimulados a não revolucionar. Mentes visionárias são mortas com a autoridade dos pais. Com a incerteza dos outros. E da aposta que nada dará certo, ou, pelo menos, nada que mude uma sociedade dará certo. A audácia de um sonho morre antes mesmo de nascer. A audácia da liberdade é limitada ao fracasso alheio. A audácia do pensamento racional não sobrevive em terreno improdutivo. Sonhe, pense, reformule.

 

Reflita

Anúncios

Opina, comente! Seja livre para dar sua opinião nesta postagem de A Alma Política

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: